Quinta-feira 21 de Outubro de 2021

Portugal sagrou-se Campeão Mundial de Futsal pela primeira vez na história de Portugal

FPF-MundialFutsal-Campeão-03-10-2021

FPF

Ao vencer a Argentina por 2-1, Portugal conquistou mais um título mundial, desta vez no Futsal (uma variante do Futebol), alcançando o primeiro triunfo para a história portuguesa no desporto internacional, em partida realizada na Arena de Kaunas, na Lituânia.

Num encontro de “nervos em franja”, a equipa das quinas revelou, desde o primeiro minuto, determinação, cabeça fria e muita concentração em todos os momentos do jogo, controlando praticamente todo o jogo, tendo tido em Pany Varela o “motor” que marcou os dois golos mais importantes da vida de cada um dos jogadores da selecção portuguesa, pelo que não foi surpresa o ter terminado o campeonato como o segundo melhor jogador e também como segundo melhor marcador da competição (8).

Numa primeira parte mais de luta, pertenceu à Argentina a primeira oportunidade com um remate que Bebé desviou para o poste aos oito minutos, tendo a resposta lusa surgido de imediato com um bom remate de Tiago Brito que o guardião da formação argentina travou com o pé direito.

Pouco depois, a Argentina ficou reduzida a quatro jogadores por expulsão de Cristian Borruto  (agrediu Ricardinho com um soco no estomago) e, aos 13 minutos, Ricardinho, assistido por Pany, rematou ao poste. Pany, aos 15′, apontou mesmo o primeiro da partida.

Uma vantagem diminuta mas que teve o condão de “sossegar” os espíritos da equipa nacional, que foi seguindo com o olhar de que se podia fazer mais.

Até final da primeira parte, destaque para uma grande defesa de Bebé a evitar o empate muito perto do intervalo.

Para a segunda parte, os argentinos entraram à procura do empate, mas foi Erick, com um excelente chapéu, a fazer a bola embater no poste. Na cobrança de um livre, Erick voltou a criar perigo.

Pany, pouco depois, obrigou Sarmiento a uma grande defesa e a formação das Pampas respondeu com um excelente remate, mas Bebé também mostrava o porquê de ter agarrado a titularidade.

Pany (28′), ampliou a vantagem para 2-0, num golo em linha recta com a baliza e, poucos minutos depois, a Argentina reduziu para 2-1, com Claudino a “cavalgar” pela linha central, desviou-se para a direita e rematou forte e cruzado, tendo a bola seguido para a baliza depois de ainda tonar na perna de um defesa português, que enganou Bebé e este não conseguiu chegar à bola.

Bruno Coelho e Cecílio estiveram muito perto de marcar, depois de uma jogada de Ricardinho mas nada aconteceu.

Até ao final, Portugal ficou com cinco faltas e a Argentina apostou tudo no 5×4, mas a selecção nacional resistiu de forma organizada e confirmou a conquista do Campeonato do Mundo.

Na quarta edição desta novel competição mundial, Portugal inscreveu o seu nome pela primeira vez, seguindo-se ao Brasil, Espanha e Argentina, vencedores anteriores.

Sob a direcção dos árbitros Nurdin Bukuev (Quirguistão) e Mohamed Hassan (Egito), Portugal alinhou com Portugal Bebé; João Matos, Bruno Coelho, Ricardinho – Cap. e Fábio Cecílio, tendo jogado ainda Zicky, Pany, André Coelho, Afonso e Tomás Paçó, Erick, Miguel Ângelo e Tiago Brito.

O Brasil conquistou o 3º lugar, depois de ter ganho ao Cazaquistão por 4-2, tendo estado em desvantagem por duas vezes mas conseguindo “respirar” e voltar ao de cima.

O Presidente da Federação Portuguesa de Futebol, Fernando Gomes, marcou presença na Arena de Kaunas.

A equipa portuguesa regressa esta segunda-feira a Portugal, com chegada prevista ao aeroporto de Lisboa, pelas 12h35, seguindo directamente para o Palácio de Belém, onde Marcelo Rebelo de Sousa condecorará a nova campeã mundial, sabendo-se que Ricardinho, o melhor português de sempre no Futsal, vai terminar a carreira. E em beleza o fez.

 

© 2021 Central Noticias. Todos os direitos reservados. XHTML / CSS Valid.