Terça-feira 27 de Outubro de 2020

Sporting “empata” F. C. do Porto em véspera da Liga dos Campeões

No principal jogo da 4ª ronda da LIGA NOS, que se iniciou este sábado, o Sporting e o F. C. do Porto empataram (2-2) no jogo realizado no Estádio José Alvalade, numa partida equilibrada e em que os leões acabaram por ter mais a bola e maias remates mas não conseguiram vencer.

DR / Sporting CP

DR / Sporting CP

Desta forma, considera-se que o resultado é o que mais se ajusta ao labor desenvolvido pelas duas formações, independentemente das falhas cometidas e da falta de sorte para um e para outro lado.

No segundo tempo, Vietto (87’) fez o empate e, pese embora Sérgio Conceição não tivesse gostado, o resultado ficou fechado.

O Sporting, como se referiu, teve 55% de tempo bola (45% para o Porto), enquanto foram ainda os leões que remataram mais (13 contra 10 remates) dos quais 5 para a baliza, aqui num empate que, pode dizer-se, marcou o resultado final da partida.

Jogando também em casa, o Sporting de Braga derrotou (2-1) o Nacional (Madeira), com Fransérgio a abrir o activo (28’) e Iuri Medeiros (42’) a fechar, enquanto os madeirenses marcaram o ponto de honra em cima dos 86’.

Superioridade bracarense em toda a linha – 66/34% na posse da bole; 20-5 no campo dos remates, dos quais 7-2 para a baliza.

A surpresa do dia, se assim se pode classificar, foi o triunfo (1-2) alcançado pelo Portimonense no campo do Marítimo (Madeira), com os locais a abrir o activo por Rodrigo Pinho (51’, de grande penalidade) – aumentando o avanço na liderança dos golos marcados (5) – tendo os algarvios empatado (69’) por Dener, tendo Anderson marcado o golo da vitória forasteira (74’).

De acordo com as estatísticas, os algarvios dominaram a posse de bola (61/39%), as duas equipas tiveram o mesmo número de remates (10) e nos remates para a baliza foi o Marítimo a mandar (4-3), mas só ganha quem marca.

Na outra partida, o Gil Vicente recebeu e empatou com o Tondela, com golos de Samuel Lino (25’) e de Filipe Ferreira (58’), este para os tondelenses, num jogo em que os donos da cada dominaram a posse de bola (72/28%) mas não tiveram nem arte nem manha para marcar, apesar de terem feito 13 remates contra 2, dos quais 4 para a baliza contra 1, tendo o Tondela aproveitado cem por cento.

A jornada prossegue este domingo com os jogos Paços de Ferreira-Santa Clara e Belenenses SAD-Moreirense (15h00), Farense-Famalicão (17h30) e Rio Ave-Benfica (20h15).

© 2020 Central Noticias. Todos os direitos reservados. XHTML / CSS Valid.