Segunda-feira 30 de Junho de 9721

Ligas das Nações à vista e Fernando Santos escolheu o grupo de trabalho

FPF-LigaNaçoes-Escolhidos-20-05-2022

FPF

David Carmo (defesa) e Ricardo Horta (avançado), ambos do Sporting de Braga, são as novas estrelas da selecção nacional de futebol, que iniciou a preparação para a Liga das Nações.

Portugal, recorde-se, enfrenta a Espanha (Sevilha) no dia 2 de Junho, recebe (Alvalade) a Suíça, dia 5 de Junho, e a Chéquia (dia 9) e finaliza (dia 12), em Genebra, frente à congénere helvética.

Fernando Santos pegou na esferográfica (ou agarrou-se ao teclado computador) e escreveu o nome dos jogadores escolhidos para mais uma etapa da equipa de Portugal, a saber:

Guarda-redes - Diogo Costa (FC Porto), José Sá (Wolverhampton) e Rui Patrício (Roma);

Defesas - Diogo Dalot (Manchester United), João Cancelo (Manchester City), Danilo Pereira (PSG), David Carmo (Braga), Domingos Duarte (Granada), Pepe (FC Porto), Nuno Mendes (PSG), Raphael Guerreiro (Borussia Dortmund)

Médios - João Moutinho (Wolverhampton Wanderers), João Palhinha (Sporting), Rúben Neves (Wolverhampton Wanderers FC), Bernardo Silva (Manchester City), Bruno Fernandes (Manchester United), Matheus Nunes (Sporting), Vítor Ferreira (FC Porto), William Carvalho (Real Betis), Otávio Monteiro (FC Porto);

Avançados - Gonçalo Guedes (Valência), Rafael Leão (Milan), Ricardo Horta (Braga), Cristiano Ronaldo (Manchester United), André Silva (RB Leipzig) e Diogo Jota (Liverpool).

Quanto às perspectivas e em tom de antevisão, Fernando Santos salientou que “vamos ver o que podem dar. Na última janela tivemos o Tiago Djaló e o Gonçalo Inácio, dei-lhes os parabéns pelo que fizeram. Agora decidi-me pelo Domingos Duarte e o Carmo para os ter aqui, porque o contato é sempre importante. Entendemos que era o momento oportuno para fazer isso”.

Acrescentou ainda que “como sempre disse, o Ricardo Horta faz parte do lote de jogadores que estavam a ser observados. A selecção é um espaço aberto, há sempre um lote de 50, 60 em observação. Aconteceu agora com a mesma naturalidade de outros que chegaram aqui. É uma oportunidade. São 4 jogos no fim de época, vai ser muito difícil para todos, selecionadores e jogadores, o que vai obrigar a uma rotação clara nestes quatro jogos em 10 dias. Raramente aconteceu desde que estou aqui, à exceção de fases finais. Uma prova importantíssima que já vencemos e vai obrigar a gestão, daí o lote ser mais alargado”.

Referiu-se, com interrogação a ”Rafael Leão? Enquadrado está. Neste momento toda a gente fala dele, mas nas duas últimas convocatórias estava cá e jogou. Sabemos e acreditamos muito na qualidade dele. Parte como todos do zero para jogar mas com probabilidades de jogar”.

Concluiu que “muito mais do que a consolidação de jogadores, A, B ou C é a consolidação dos processos. Para isso vamos verificar quem corresponde. Não faria sentido não dar continuidade a esses processos e aos jogadores. Quando se chega aqui a primeira vez não é fácil, não é o mesmo que estar no clube. Em treino rapidamente se integram. Se voltaram a ser convocados… quero ver outros a competir, como os centrais. Vitinha também já está consolidado”.

Na segunda fase desta Liga dos Campeões, a Seleção Nacional vai regressar a Braga para defrontar a Espanha no último jogo da fase de grupos da Liga das Nações, encontro a realizar-se no Estádio Municipal de Braga no dia 27 de Setembro (19h 45) e corresponde à sexta jornada do Grupo 2.

O último jogo que a Seleção Nacional efetuou em Braga foi a 28 de maio de 2018 com a Tunísia (2-2). Desde a inauguração do Municipal da Cidade dos Arcebispos, Portugal disputou cinco jogos, tendo realizado seis no Estádio 1º de Maio onde jogou pela primeira vez em 1986 com a RD Alemã (1-2).

O presidente da Câmara Municipal de Braga, Ricardo Rio, manifestou o agrado pela escolha da FPF, afirmando que “é um motivo de enorme satisfação receber de novo a Seleção Nacional na nossa cidade para o jogo com a Espanha. Para além da qualidade das equipas, que vai certamente proporcionar um grande espetáculo de futebol, teremos com toda a certeza uma grande afluência de público no estádio Municipal para assistir ao Portugal-Espanha. Como se sabe, Braga é o destino natural de visita dos nossos vizinhos galegos mas também de outras áreas de Espanha. A juntar ao grande entusiasmo que nos proporciona a Seleção Nacional, seguramente teremos casa cheia e um apoio enorme às duas equipas. O facto de poder vir a ser um jogo de cariz decisivo para a qualificação para a fase final da Liga das Nações será mais um aliciante para este grande duelo”.

 

© 9721 Central Noticias. Todos os direitos reservados. XHTML / CSS Valid.