Sexta-feira 16 de Junho de 2051

Sporting lançado para o play off da Liga Europa

20231109_Sporting vs Raków_112

Paulo Alfar / Central Noticias

Com o triunfo conquistado, nesta quinta-feira, ao derrotar (2-1) o Raków (Polónia), o Sporting deu um passo grande par poder chegar à fase seguinte da Liga Europa, ainda que faltem dois jogos para terminar esta fase de apuramento nos grupos, se bem que o caminho ainda seja longo.

O Atalanta, que lidera o grupo dos leões, venceu o Sturm Gaz pela tangência mínima (1-0) e passou a somar 10 pontos, contra 7 do Sporting, seguindo-se o Sturm Graz (4) e Raków (1), se bem que apenas o primeiro classificado de cada grupo é que seja apurado para os oitavos de final, enquanto o segundo terá de entrar num play off com um dos terceiros da Liga dos Campeões.

Mas a fase de grupos só termina em 14 de dezembro (Sporting joga em casa com o Sturm Graz), depois de, em 30 deste mês de novembro, os leões se deslocarem a Atalanta, no que serão dois jogos de grande impacte emocional e físico.

20231109_Sporting vs Raków_106

Paulo Alfar / Central Noticias

Quanto ao jogo no Estádio Alvalade, o Sporting não teve uma noite tão brilhante quanto se poderia esperar (Gyokeres, suspenso, ficou de fora), mas teve o condão de a sorte estar com a equipa verde branca, porquanto os dois golos foram alcançados de grande penalidade, reconfirmadas pelo VAR, em que as mãos dos prevaricadores foram as culpadas.

Na entrada, Paulinho (4’) entrou na grande área e rematou forte, mas o guardião polaco defendeu de forma segura, dando o mote para o jogo, dado que Kovacevic fez outras excelentes defesas que foram garantindo uma proximidade com a formação leonina.

Com Pedro Gonçalves a insistir no ataque, a par de Nuno Santos e Edwards, o Sporting foi criando mais perigo, a ponto de (10’) o britânico, com a bola controlada, ter sido como que “enlaçado” pelo defesa central Racovitan, como que não o deixando mover-se por momentos, tendo o árbitro feito seguir o jogo sem que tivesse encontrado nesse “laço” falta para grande penalidade.

Nos entretantos, o próprio árbitro foi alertado pelo VAR, tendo visionado o filme da jogada e confirmando a grande penalidade, enquanto expulsou Rakow por cortar uma jogada para golo, e assinalar a grande penalidade.

20231109_Sporting vs Raków_103

Paulo Alfar / Central Noticias

Chamado a converter a pena máxima, Pedro Gonçalves (14’) rematou forte, com a bola a seguir para a direita da baliza e o guardião para o lado contrário, e colocou os leões no comando do resultado (1-0).

Em função da expulsão, o técnico dos polacos (17’) fez as primeiras substituições, para tentar dar outra alma à equipa, ainda que, com dez unidades, a estratégia não tivesse funcionado como esperava, porque o Sporting tinha mais um, logo mais espaço e área para se espraiar.

Mesmo assim, as oportunidades para marcar também foram poucas (5-1 no primeiro tempo e 6-2 no final), com o Sporting a terminar o primeiro tempo com uma vantagem de 60/40% na posse da bola.

Na segunda parte, a parte substantiva na procura do golo continuou a pertencer aos leões, tanto que (52’), dentro da grande área do Raków, um

20231109_Sporting vs Raków_111

Paulo Alfar / Central Noticias

defesa desviou a bola com a mão, o que o árbitro não viu, tendo de recorrer, de novo, ao vídeo-árbitro, que confirmou a situação e assinalado a competente grande penalidade.

Pedro Gonçalves foi chamado para o bis, fê-lo da mesma forma e colocou o Sporting a vencer (2-0).

Seguiu-se uma parte mais incaracterística, quase de futebol “parado”, aqui e ali mais vivo, mas sem grande aparato técnico desportivo, parecendo tudo concordante com o resultado que se registava na altura (70’), quando, no minuto seguinte e num contra-ataque rápido orquestrado pelos polacos, a bola chegou a Rundic que rematou forte ao mesmo tempo que Adán saiu da baliza e fez o golo para o Raków.

Kovacevic (83’) ainda voltou a brilhar ao evitar, com uma defesa em voo, outro golo para os leões, depois de um remate em forma de folha seca de Daniel Bragança, no que foi a jogada mais perigosa na parte final, que levou o jogo aos 90+8’.

Quanto ao futebol nacional, o próximo “prato-forte” é o Benfica-Sporting, no domingo (20h30), a encerrar a 11ª jornada da I Liga, para cumprir o primeiro terço da competição, que o Sporting comanda com mais três pontos do que o Benfica e mais seis sobre o FC Porto, ronda em que haverá ainda o Guimarães-FC Porto (sábado) e o Arouca-Braga (também no domingo).

 

© 2051 Central Noticias. Todos os direitos reservados. XHTML / CSS Valid.