Quarta-feira 21 de Abril de 2021

Filipe Amorim em segundo lugar dos Jovens Fotógrafos nos Prémios AIPS

DR / Arquivo

DR / Arquivo

Filipe Amorim, com o trabalho fotográfico intitulado “É tudo uma questão de determinação”, obteve um excelente segundo lugar nos Prémios AIPS, cerimónia que a Associação Internacional de Imprensa Desportiva levou a efeito esta segunda-feira por via online.

Amorim através de uma publicação no jornal britânico “The Guardian” e chegou ao segundo lugar do pódio ultrapassando o chinês Zhenbin Zhong, que apresentou o trabalho com o nome de “Momento Simétrico”, enquanto a vencedora foi a húngara Anna Szilágyi, autora da foto denominada “Campeões Europeus”, em representação da agência Fradi-Hu.

O Castelo de Vigevano, um monumento da época Renascentista em Itália, foi o local onde Gianni Merlo, presidente da AIPS, comandou a organização do evento, tendo como pano de fundo o “vídeo-hall” por onde desfilaram os finalistas premiados, com os três primeiros de cada categoria a terem direito ao correspondente prémio monetário, provavelmente já transferido para a conta bancária de cada um.

No palco natural da bela sala onde decorreu a cerimónia, Gianni Merlo foi acompanhado pela jornalista Valentina Clemente, da Sky TG 24.

Num despacho do jornalista Martin Mazur, publicado no site da AIPS (Association International Press Sportif), referiu que “foi uma noite magnífica, com o Castelo de Vigevano, um símbolo do Renascimento, como palco da cerimónia de entrega dos AIPS Sport Media Awards 2020. Uma gala diferente em tempos cobiçosos, levando uma mensagem poderosa – em tempos de bloqueios e zonas vermelhas, o renascimento é possível. Foi inspirador, foi emocionante, foi simplesmente incrível”.

AIPS-Prémios2020-22-03-2021Na abertura da cerimónia, Andrea Ceffe, prefeito de Vigevano, deu as boas vindas e a palavra a Gianni Merlo, que salientou “dizem que até Leonardo da Vinci veio aqui para se inspirar e espero que possamos inspirar muitas pessoas, porque isso também é uma espécie de renascimento para nós”.

O presidente da AIPS adiantou ainda que “há uma luz no fim do túnel, tal como vemos aqui, neste magnífico castelo onde estamos hoje. Mas temos que trabalhar muito contra a corrupção, contra o nosso próprio coronavírus que é a notícia falsa, a combinação de resultados e defender o acesso a eventos desportivos. Com esta mensagem de esperança, vamos lembrar que depois de cobiçar, temos que voltar ao nosso mundo normal, que deve ser melhor do que o passado”.

Enquanto um vídeo impactante foi lembrando do que realmente é o jornalismo, palavra após palavra, imagem após imagem, os candidatos ao pódio estavam online, conectados de suas casas, à espera de saberem os resultados finais, que só foram conhecidos, esta segunda-feira, antes da apresentação de cada sector.

Uma cerimónia que encheu, ainda, o espirito dos jornalistas que se candidataram e viram os seus trabalhos recompensados, em que o desporto também foi um herói nesta pandemia, na qual Portugal se revê porquanto, pela primeira vez na história do desporto português, atletas lusos conquistaram três medalhas de ouro numa mesma competição, casos de Auriol Dongmo, Patrícia Mamona e Pedro Pichardo, no europeu de pista coberta em Torun (Polónia).

© 2021 Central Noticias. Todos os direitos reservados. XHTML / CSS Valid.