Segunda-feira 23 de Maio de 2022

F. C. Porto com dobradinha de sonho: triunfo na Luz e título de campeão na algibeira!

SLB vs FCP_  2022_1000Acabou-se, este domingo, o frenesim para a conquista do título de campeão de Portugal no que ao futebol diz respeito, com o F. C. do Porto a aproveitar a debilidade que o Benfica tem vindo a demonstrar ao longo da segunda volta da Liga Bwin para chegar ao 30º título na penúltima ronda desta competição.

Neste sábado, o Estádio da Luz voltou a ver como os homens da equipa benfiquista acabaram por perder mais três pontos – ainda que sem qualquer influência para o terceiro lugar que alcançou, ficando sem os milhões da Liga dos Campeões – depois de uma partida em que os portistas remataram mais, tiveram mais oportunidades para marcar, ainda que a formação das águias tivesse maior posse de bola, o que não é sinónimo de domínio.

SLB vs FCP_  2022_1003A festa da “queima de tempo” começou pelos nove minutos, quando Pepe começou com as fitas – depois seguidas por outros – depois de uma falta normal mas que acicatou os ânimos dentro e fora do campo.

O que aumentou quando Taremi se isolou e obrigou Odysseas a operacionalizar uma excelente defesa, seguido (no mesmo m minuto) por uma outra jogada semelhante, mas que também não deu golo mas começou a fazer tremer o edifício benfiquista, ainda que tivesse sido mais acertiva nos ataques mas a falhar nitidamente na zona final.

A partir da primeira meia hora de jogo, as quezílias começaram a surgir com maior facilidade e Luís Domingos (árbitro do encontro) começou a ter dificuldades em manter um critério similar para cada lado, porquanto deixou passar em claro a admoestação de alguns jogadores (que poderiam ser expulsos até final do jogo), apresentando a cartolina para um lado mas não para o outro, como foram os casos de Gonçalo Ramos que levou um amarelo mas Otávio (que tinha provocado) ficou a rir-se e quando Pepe (40’) discutiu abertamente com o árbitro e nem sequer teve qualquer aviso.

SLB vs FCP_  2022_1002O primeiro tempo acabou por ser fechado com duas oportunidades de golo para os portistas, que não conseguiram abrir o activo.

No prmeiro minuto do segundo tempo, Evanilson teve oportunidade de incomodar Odysseas, que respondeu com excelente defesa e descansou os adeptos benfiquistas.

Responderam os portistas com a criação de perigo junto da baliza de Odysseas mas a bola saiu do alcance dos jogadores portistas, desenvolvendo o Benfica um excelente contra-ataque, fazendo aparecer Darwin na grande área portista, onde afastou todos os adversários da frente e rematou para golo (52’), que não foi validado pelo VAR por causa de apenas dois centímetros.

Seferovic (60’), Galeno (65’), João Mário (73’) e Yaremchuk (73’) deram entrada nas respectivas equipas para tetar dar a volta ao jogo, mas soube a pouco porque o empate não havia meio de acabar.

Pepe, de novo (77’) voltou a fazer fita, mas saiu ileso (sem cartão mostrado) da situação, continuando o Benfica à procura de uma melhor organização, mas sem a encontrar para arranjar solução.

SLB vs FCP_  2022_1001Nos últimos cinco minutos do tempo oficial o F. C. Porto foi quem mais lutou para chegar à vitória – ante um onze benfiquista já sem “pernas”, o que aconteceu (90+4’) quando Zaidu marcou para o (golos s portistas, depois de uma jogada iniciada na grande área benfiquista, em que a bola é lançada pelo lado direito, viajou para o lado esquerdo, chegando aos pés de Zaidu de onde saiu o remate para o golo do triunfo e da conquista de mais um campeonato para os portistas.

Ganha quem (e melhor) porfia e, aí, o F. C. do Porto comandou as operações.

Depois disto, a festa azul e branca começou ainda no Estádio da Luz e foi subindo até aos arredores e à cidade do Porto, para a festa final que será ratificada no decorrer da partida frente ao Estoril, última ronda da Liga Bwin, no fim de semana que vem.

Em Portimão, o Sporting apresentou ainda a vestimenta de gala, chegou ao 0-1 aos 12’, por intermédio de Tabata, mas teve de suportar a resposta dos algarvios, que passaram a vencer 2-1, com golos de Carlinhos (25’) e Welinton (30’).

No segundo tempo, o Sporting recorreu ao “valente” Pablo Sarabia para marcar dois golos (71 e 76’), que garantiram o triunfo dos leões, que se fixaram no segundo lugar e com a presença na Liga dos Campeões, o que era mais importante.

O Sporting fez 28-5 em remates, dos quais 8-3 para a baliza do Portimonense, dominando por completo a posse de bola (72/28%), mas tendo que acabar em sofrimento para vencer.

Este domingo jogam: Gil Vicente-Tondela e Vizela-Marítimo (12h30), Braga-Arouca (18h) e Santa Clara-Paços Ferreira (20h30), em que está em equação da definição de quem desce à Liga II.

 

© 2022 Central Noticias. Todos os direitos reservados. XHTML / CSS Valid.