Quarta-feira 08 de Fevereiro de 2023

Bola Mágica rola nas escolas em projecto-piloto da FPF

FPF-EscolaMágica-10-01-2023

FPF

Integrado no Plano Estratégico da FPF ‘Futebol 2030’, este projeto-piloto vai decorrer, desde segunda feira passada e até 31 de Março, no horário das Atividades de Enriquecimento Curricular (AEC) e Componente de Apoio à Família (CAF) no 1º Ciclo do Ensino Básico.

Sessões lúdicas de atividade física-desportiva de uma hora, que têm a bola como elemento fundamental, estruturam uma oferta que não se restringe ao futebol, evitando desta forma que as crianças se especializem desde cedo numa só modalidade.

As sessões que compõem o projeto foram pensadas por uma equipa multidisciplinar formada por três professores da FPF – André Seabra, José Guilherme Oliveira e Júlio Costa – e dois elementos externos – Professor Carlos Neto e Professora Susana Vale – apoiada por um Conselho Consultivo e um Conselho Multidisciplinar que integram a Associação Nacional de Municípios Portugueses, a Direção Geral da Saúde, a Direção Geral da Educação e a Secretaria de Estado do Desporto e da Juventude.

Para analisar o impacto do projeto na saúde das crianças estão envolvidas quinze instituições de Ensino Superior responsáveis por realizar testes de competência motora nos grupos piloto e controlo, antes e depois do projeto, através de uma bateria de testes chamada Motor Competence Assessment. A equipa das instituições de Ensino Superior são lideradas pelos professores Luís Paulo Rodrigues e Rita Cordovil.

Arménio Pinho, diretor da FPF responsável pelo projeto, define os objetivos do projeto ao afirmar ao site da FPF que “pretende-se oferecer um programa lúdico com foco no ‘brincar’ que possibilite aumentar os níveis de atividade física e de felicidade das crianças envolvidas, respondendo assim aos baixos níveis de prática de atividade física que se verificam em Portugal”.

Além disso, referiu ainda, com este projeto-piloto “estarão disponíveis uma série de sugestões de exercícios que permita uma melhor organização das sessões práticas de Atividade Física e Desportiva nas AEC e CAF, tendo em conta o impacto que o aumento da atividade físico-desportiva em crianças do 1º ciclo tem na suas capacidades coordenativas, felicidade e bem-estar, aptidão aeróbica, composição corporal e saúde mental”.

Tendo em vista um desenvolvimento harmonioso de todas as crianças e em todas as escolas do país, será de todo benéfico que um projecto desta natureza seja extensível a outras modalidades, porquanto a diversidade de gestos, de técnicas, de práticas, levará os próprios jovens a poderem optar por uma ou outra modalidade, que não apenas o futebol.

Será que as entidades aqui referidas estão atentas a este assunto?

© 2023 Central Noticias. Todos os direitos reservados. XHTML / CSS Valid.