Sexta-feira 17 de Junho de 5081

Portugal derrotado pela Grécia no apuramento para o europeu de Sub21

FPF-Sub21-Euro2025-20-11-2023

FPF

A Seleção Nacional Sub-21 saiu derrotada, nesta segunda-feira, diante da Grécia, por 2-1, em jogo a contar para a fase de qualificação para o Euro 2025, da categoria, naquela que foi a primeira derrota lusa neste apuramento. 

A Grécia entrou em campo determinada em impor o seu jogo e os primeiros minutos foram de grande dificuldade para Portugal, com Samuel Soares a ser chamado a aplicar-se em três ocasiões, respondendo com eficácia a todas elas.

Após este período inicial, Portugal assentou o seu jogo e começou a dispor de mais bola fruto de uma pressão também menos asfixiante da equipa helénica. Contudo, as oportunidades teimavam em não aparecer.

O cenário mudou ao minuto 30 quando Francisco Conceição fletiu da direita para o centro e disparou fortíssimo e extremamente colocado para o primeiro golo da tarde.

A Grécia não acusou o golo e, no minuto seguinte, chegou à igualdade numa boa jogada de envolvimento. Christos Tzolis foi o autor do tento grego.

A segunda parte começou praticamente com novo golo grego. Numa transição rápida pelo flanco esquerdo, Panagidis apareceu à entrada da área, a corresponder de forma certeira a um cruzamento atrasado de um colega.

Este golo galvanizou a equipa grega que dispôs de boas oportunidades aos minutos 53′ e 54′.

A partir daí só deu Portugal. A primeira reação portuguesa chegou ao minuto 58′, novamente por Francisco Conceição, que atirou à entrada da área para defesa segura do guardião helénico. Seguiram-se duas boas oportunidades no minuto 68, com o guardião da formação caseira a assumir o papel de protagonista, numa primeira instância, a remate de Francisco Conceição e, num segundo momento, a grande disparo de Rafael Rodrigues. Clara infelicidade para a turma portuguesa.

A equipa portuguesa deixou escapar pontos pela primeira vez nesta fase de qualificação, mas mantém a liderança isolada (12 pontos) do agrupamento, agora com um ponto de vantagem sobre a Grécia (que dispõem de um jogo a mais) e dois sobre a Cróacia (que venceu a Bielorrússia e que contam com um jogo a menos).

Foi a primeira derrota dos comandados de Rui Jorge em quatro anos – 21 partidas consecutivas sem perder -, no que à fase de apuramento para Campeonatos da Europa diz respeito. A última aconteceu nos Países Baixos, em outubro de 2019. Na altura, estava em disputa o apuramento para o Euro2021.

Este jogo dá continuidade à qualificação lusa para o Euro 2025, onde Portugal tem como adversários as equipas da Andorra, Bielorrússia, Croácia e Ilhas Faroé.

A comitiva da Seleção Nacional Sub-21 regressa a Portugal na manhã desta terça-feira.

Rui Jorge, Selecionador Nacional, a propósito do jogo com os gregos, referiu que “não conseguimos fazer um bom jogo. Fizemos um jogo de sacrifício e luta, mas sem a qualidade que costumamos apresentar, principalmente na primeira parte. Fomos lentos a circular a bola, não conseguimos encontrar os extremos nas jogadas de um para um. A Grécia jogou mais direto, o que dificultou, mas quando as equipas o fazem temos de aproveitar para fazer a diferença quando eles estão desequilibrados defensivamente. E não conseguimos”.

Prosseguiu afirmando que “às vezes parece que é preciso acontecerem estas coisas para provar que é verdade. Não queríamos demonstrar isso, mas com o resultado de hoje demos um passo atrás no que estava a ser a nossa qualificação. É difícil, principalmente quando se joga fora, com equipas com grande qualidade”.

Concluiu que “olham para Portugal como candidato a conseguir a qualificação. Com os resultados que temos feito, olham para nós dessa forma. Sabemos que somos uma equipa difícil de defrontar, mas não somos imbatíveis, principalmente quando não estamos no nosso melhor.”

 

© 5082 Central Noticias. Todos os direitos reservados. XHTML / CSS Valid.