Quarta-feira 21 de Abril de 2021

Três semanas consecutivas de provas internacionais na reactivação do Jamor

Carlos Palma / Central Noticias

Carlos Palma / Central Noticias

O presidente da Federação Portuguesa de Ténis, Vasco Costa, expressou enorme orgulho no regresso de provas internacionais ao Jamor, com a realização de dois Challenger da categoria 50 e um W60 do ITF Women’s World Tennis Tour.

Em declarações veiculadas no site da Federação Portuguesa de Ténis, na sequência de uma conferência de imprensa por videoconferência, esta quinta-feira, Vasco Costa, presidente da FPT, realçou que “é um grande orgulho para a Federação Portuguesa de Ténis voltar a organizar-se provas deste nível no Complexo Desportivo do Jamor e reactivar este complexo maravilhoso, com a realização deste dois torneios de categoria 50 do ATP Challenger Tour e de um ITF feminino, de 60 mil dólares, que vai contar com jogadoras de grande qualidade”.

O líder federativo recordou que os dois torneios de categoria Challenger “estavam programados para o ano passado”, mas sublinhou que não possível realizá-los face à pandemia vigente, pelo que “foram adiados para este ano”.

José Santos Costa, director do torneio, assinalou também “o esforço muito grande da Federação Portuguesa de Ténis para dar um upgrade à qualidade dos torneios” e manifestou o desejo de que “os tenistas portuguesas e as portuguesas aproveitem ao máximo estas oportunidades, numa altura em que há poucos torneios internacionais”.

Gastão Elias, um dos três tenistas portugueses com wild card para o quadro principal de singulares do ATP Challenger Oeiras I, participou igualmente na conferência de imprensa e destacou a possibilidade de o central do Jamor voltar a ser palco de uma prova internacional.

“É óptimo voltar a torneios deste escalão, especialmente em Portugal, mais precisamente neste palco que é único no mundo. É um dos lugares mais bonitos para jogar. Estou feliz. E espero que tudo corra bem para os portugueses”, salientou o tenista, agradecendo à Federação Portuguesa de Ténis por todo o empenho que tem tido neste projecto.

Ainda sobre ténis, João Sousa (103º ATP), que esta quinta-feira se estreou no ATP 1000 Miami, ainda não tinha começado o jogo de abertura, frente ao australiano Christopher O’Connell, na altura do fecho da redacção.

Entretanto, no mesmo torneio, Pedro Sousa (111º) perdeu (1-6 e 3-6), no jogo de abertura, frente ao francês Pierre-Hugues Herbert, depois de Frederico Silva ter sido eliminado no qualifying.

© 2021 Central Noticias. Todos os direitos reservados. XHTML / CSS Valid.