Sexta-feira 17 de Setembro de 2021

A Federação Portuguesa de Futebol e o Dia Mundial do Daltonismo

FPF-DiaMundialDaltonismo-07-09-2021 Assinalou-se na segunda-feira passada, o Dia Mundial do Daltonismo e a Federação Portuguesa de Futebol voltou a associar-se a esta data especial, com o objectivo de promover a inclusão de pessoas com daltonismo no futebol, segundo a informação veiculada pela FPF.

O que é o daltonismo?

FPF-Dia-Mundial-Daltonismo-07-09-2021

FPF

O daltonismo é a dificuldade ou incapacidade de uma pessoa distinguir algumas ou todas as cores. É uma das doenças genéticas mais comuns a nível mundial, no entanto é pouco reconhecida e mal compreendida. Vemos a cor através de células nervosas especiais nos nossos olhos, denominados cones. Temos três tipos de cones, que absorvem a luz vermelha, azul ou verde. Em conjunto, estes três tipos de cones permitem-nos ver todo o espectro visível de cores, mas nas pessoas daltónicas um tipo de cone não funciona devidamente. Em cerca de 25% das pessoas daltónicas, um tipo de cone é praticamente inexistente. Por isso, enquanto as pessoas com visão normal conseguem ver o espectro visível completo, as pessoas com daltonismo vêem muitas cores como sendo a mesma cor.

Quantas pessoas são afectadas pelo daltonismo em Portugal?

Em Portugal estima-se que 500 mil homens sofram de daltonismo, enquanto 27 mil mulheres vivem com essa condição no nosso país. Um número que daria para encher mais de 10 vezes os maiores estádios portugueses (com lotação para 50 mil e 60 mil lugares).

A nível mundial, um em cada 12 homens e uma em 200 mulheres sofrem desta doença, o que se traduz em cerca de 350 milhões de pessoas afectadas pelo daltonismo. Na Europa, são cerca de 34 milhões. Isso significa que muitos milhares de daltónicos podem ficar de fora do futebol.

O papel de Bruno Fernandes e Jéssica Silva

Os internacionais portugueses Bruno Fernandes e Jéssica Silva são embaixadores do projecto europeu “TACBIS - Tackling Colour Blindness In Sport”, que significa, em tradução livre, ”Confrontar o Daltonismo no Desporto’, e é promovido pela Rede do Futebol Europeu para o Desenvolvimento (EFDN), da qual faz parte a FPF. Além do jogador do Manchester United e da atleta do Kansas City, também o antigo internacional e agora treinador Petit, que é daltónico, dá a cara pelo projecto.

Para assinalar o Dia Mundial do Daltonismo, Bruno Fernandes e Jéssica Fernandes vão usar as suas redes sociais para chamar a atenção para o número de daltónicos que há no futebol e partilhar dicas para melhorarem a experiência das pessoas com esta deficiência visual.

FPF lança sessão sobre daltonismo para clubes

No cumprimento do principal objectivo do programa #TACBIS, que é sensibilizar e desenvolver ferramentas de acessibilidades para o daltonismo no futebol, a Federação Portuguesa de Futebol, através da Portugal Football School, vai lançar um workshop para os clubes sobre daltonismo, os obstáculos existentes para daltónicos no futebol e como dar resposta a esses obstáculos.

O arranque desta sessão está previsto para o mês de Janeiro de 2022, com as inscrições a abrirem brevemente no site da FPF.

Será lançado, em paralelo, um inquérito às equipas e aos treinadores dos campeonatos nacionais, masculinos e femininos, cujos resultados servirão de suporte a um guia de boas práticas a publicar pela Federação Portuguesa de Futebol, em colaboração com os restantes parceiros do projecto #TACBIS.

Esta iniciativa insere-se no compromisso da FPF de tornar o futebol português mais acessível, inclusivo e acolhedor para todos.

 

© 2021 Central Noticias. Todos os direitos reservados. XHTML / CSS Valid.