Sábado 17 de Janeiro de 2009

F. C. Porto afastou Vizela e está na meia-final da Taça de Portugal com o Sporting

Vizela vs fcp 130121_6005Começou complicado e acabou com um triunfo folgado do F. C. do Porto que teve que esperar o momento certo para desferir o golpe que deu em apuramento para a meia-final da Taça de Portugal, afastando o Vizela sem grandes percalços.

Uribe (8’) começou a tratar das coisas logo aos 8’ quando, na sequência de uma defesa incompleta de Pedro Silva, rematou sem deixar cair a bola no chão e colocou o F. C. Porto em vantagem no marcador.

Como se esperava, o Vizela não baixou os braços e manteve sempre um ritmo que o podia fazer adiantar-se ainda mais no comando do jogo e do triunfo, tendo tido uma boa oportunidade (19’) mas que Guzzo desperdiçou ao atirar por cima da baliza.

E tanto porfiou que (24’) Schettine ganhou a disputa de bola com Mbemba e remeteu-a imediatamente para Cassiano que surgiu frente a frente com Marchesin e fazer passar a bola por cima da cabeça do guardião portista para confirmar um golo de belo efeito.

Maviram (defesa do Vizela) cortou a jogada (39’) com a cabeça mas fê-lo para a sua própria baliza, valendo a trave a devolvê-la para jogo mas Luis Diaz nºão conseguiu aproveitar a oportunidade.

Na compensação (6’) do primeiro tempo, Evanilson esgueirou-se pelo lado esquerdo e rematou (45+2’) forte mas ao poste da baliza de Pedro Silva, concluindo-se o primeiro tempo com o empate a uma bola.

No tempo complementar, começou melhor o Vizela, com Zag (57’) a rematar forte para Marchesin não conseguir segurar a bola, que se dirigiu para Guzzo, mas o atacante vizelense atirou por cima da barra.

Ainda que continuando a dar luta a um F. C. Porto superior, as forças de Vizela começaram a demonstrar um cansaço superior e Zag, ao desviar um remate com o braço, dentro da sua grande área, viu o árbitro assinalar uma grande penalidade que Fábio Vieira (65’) marcou superiormente, colocando os portistas na liderança do marcador.

Sempre em esforço, o Vizela conquistou uma enorme oportunidade para chegar ao empate, com Julião a surgir isolado frente ao guardião Marchesin mas a rematar fraco e à figura.

Para acabar de vez com o “sofrimento” vizelense, Evanilson voltou à carga e chegou (89’) ao 3-1, dando o melhor caminho, de cabeça, à bola que veio de um pontapé de canto.

Com este resultado, o F. C. do Porto ficou a saber que o adversário nas meias-finais vai ser o Sporting, com os leões a jogarem primeiro no Estádio de Alvalade (9 de Fevereiro) e, depois, no Dragão (3 de Março).

Ainda nesta quarta-feira, o Tondela deslocou-se a Vila do Conde para conquistar o direito a estar na outra meia-final (com o vencedor do jogo Portimonense-Mafra, a disputar nesta quinta-feira) depois de derrotar o Rio Ave por 1-0, com um golo obtido no prolongamento (96’), sendo o autor Dadashov.

Registe-se que o Rio Ave jogou com dez jogadores a partir do minuto 63’, quando Aderllan foi expulso.

© 2009 Central Noticias. Todos os direitos reservados. XHTML / CSS Valid.