Sexta-feira 12 de Abril de 2024

Faculdade de Ciências da Universidade do Porto em projeto internacional para a proteção das baleias

Uma equipa composta por investigadores da Faculdade de Ciências da Universidade do Porto (FCUP) e do Centro Interdisciplinar de Investigação Marinha e Ambiental (CIIMAR-UP) integra o projeto internacional Atlantic Whale Deal, que tem como missão proteger as baleias do risco de colisão com embarcações.

baleias mar 2024

DR / FCUPorto

De acordo com os investigadores, é urgente proteger estes animais, vitais para a preservação da saúde e equilíbrio dos ecossistemas do Oceano Atlântico. “Propomo-nos ajudar a reduzir o risco de colisão das baleias com embarcações, uma ameaça premente para as populações de baleias e atividades marítimas no Atlântico”, explica sabel Sousa Pinto, docente do Departamento de Biologia da FCUP e líder da equipa de investigação em Biodiversidade Costeira do CIIMAR-UP e que lidera a equipa colaborativa FCUP/CIIMAR no âmbito deste projeto.

Sob o lema “Proteger as Baleias, Preservar o Oceano”, as duas instituições integram o projeto por mérito da experiência de longa data com a utilização de grades embarcações como plataformas de investigação para a recolha de dados de ocorrência de cetáceos na região do Nordeste Atlântico.

“No Atlantic Whale Deal, a FCUP e o CIIMAR irão contribuir com o seu conhecimento e dados de ocorrência, distribuição, e habitat de cetáceos, bem como experiência com técnicas de mapeamento espacial e modelação, para a produção dos mapas de risco de colisão”, conta Mafalda Correia, investigadora de pós-doutoramento no CIIMAR e também coordenadora da equipa. “Para além disso, iremos participar nos testes de tecnologias de deteção de baleias no oceano, nomeadamente das câmaras térmicas a bordo das grandes embarcações onde são realizados os censos visuais da ocorrência de cetáceos”, acrescenta.

Já decorreu, no início deste ano, a reunião inicial do projeto, em Las Palmas, na Gran Canária, mais concretamente no Museu Elder, onde se reuniram os parceiros do projeto. Entre os parceiros destacam-se companhias de transporte marítimo, companhias de whale-watching, agências de conservação, engenheiros e biólogos marinhos. Após a reunião, seguiu-se um workshop onde foram discutidas diferentes tecnologias de deteção, localização, e identificação de cetáceos no meio marinho para minimizar as colisões com embarcações.

Para além das investigadoras Isabel Sousa Pinto e Mafalda Correia, integram também este projeto, inserido no CETUS Project, do CIIMAR, as investigadoras e estudantes de doutoramento, Ágatha Gil, da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro e CSIC (em Vigo), e Cláudia Rodrigues, da FCUP e os investigadores Luís Afonso e Raul Valente (Posdoc).

O Atlantic Whale Deal: Mitigating Ship Strikes and Enhancing Carbon Sequestration in the Atlantic conta com financiamento do programa Interreg Atlantic Area 2021-2027. European Regional Development Fund. European Union e terá a duração de três anos.

O projeto conta com um total de 15 parceiros de quatro países: Portugal, Irlanda, Espanha e França.

 

Faculdade de Ciências da Universidade do Porto

Cultura_Ciência_Tecnologia na Imprensa

© 2024 Central Noticias. Todos os direitos reservados. XHTML / CSS Valid.