Terça-feira 28 de Maio de 2024

Corrida EDP Pela Vida com doação de um milhão de euros â Liga Portuguesa contra o Cancro

Corrida solidária, que se realiza pela 18ª vez, juntará 14.000 participantes e atinge o marco de um milhão de euros doados à Liga Portuguesa Contra o Cancro, corrida que terá lugar na manhã deste domingo (10h30), na zona ribeirinha da cidade de Lisboa. 

apresentação da 18ª edição da Corrida Solidária EDP Pela Vida

Pedro Estevens / Central Noticias

As inscrições para a corrida solidária de 5 quilómetros fecharam com um total de 14.000 participantes confirmados. O encantador percurso ribeirinho atrai tanto profissionais como amadores, seja a caminhar ou a correr. Cada participante contribuiu com sua inscrição para alcançarmos o marco significativo de um milhão de euros doados à Liga Portuguesa Contra o Cancro.

Com uma idade média de 45 anos, os inscritos representam uma diversidade cada vez maior. Pela segunda vez, a prova é aberta a todos os géneros. Este ano 20% dos participantes são homens. Além disso registamos a presença de 64 nacionalidades diferentes entre os inscritos. Desde a primeira edição, os participantes com doença oncológica estão isentos da taxa de inscrição. Este ano 1.223 pessoas beneficiaram dessa gratuidade.

A corrida EDP Pela Vida contará com uma boa presença de atletas de elite, com destaque para Susana Godinho, a única portuguesa qualificada para a maratona dos Jogos Olímpicos de Paris. No feminino contaremos ainda com a presença de Sara Moreira e Ercília Machado, isto para lá da ‘madrinha’ Rosa Mota, que voltará a envergar o dorsal número 1.

 

No setor masculino a corrida também promete, com Rui Pinto, Hermano Ferreira, Miguel Borges e Miguel Marques a lutarem pelo triunfo. Paulo Guerra e Armando Aldegalega, dois nomes históricos do nosso atletismo, vão apoiar os participantes, tal como Carlos Moedas, presidente da Câmara Municipal de Lisboa, que voltará a dar o tiro de partida.

Antes do tiro de partida, os participantes vão assistir à atuação do cantor David Carreira, que este ano se junta mais uma vez a esta causa maior. A corrida terá transmissão em direto, a partir das 10:30h, na RTP1, RTP Internacional e RTP África, chegando assim a mais de 200 milhões de telespectadores.

Miguel Moia enalteceu a adesão popular a esta corrida, que ano após ano se vai tornando cada vez mais emblemática. “Hoje, esgotámos as inscrições para a Corrida EDP Pela Vida. Este evento tem sido uma poderosa ‘plataforma’ de sensibilização para o rastreio do cancro da mama. Todos sabemos que o diagnóstico precoce salva-vidas! O nosso compromisso é continuar a trabalhar nesse impacto positivo, ajudando a salvar cada vez mais vidas. Cada participação contribui para o donativo global entregue à Liga Portuguesa Contra o Cancro. Com esta edição, atingimos a maioridade e alcançamos um marco significativo de um milhão de euros doados!”

Mais do que uma caminhada inclusiva, que reúne milhares de corredores anónimos, figuras públicas e também atletas de elite, esta iniciativa tem como principal objetivo sensibilizar a população para a importância do rastreio do cancro da mama. No ato da inscrição, os participantes podem optar por inscrever-se individualmente ou em grupo. Há incentivos à participação em equipa, com prémios exclusivos.

Há um incentivo à participação em pequenos grupos, de duas ou três participantes, com prémios exclusivos para as vencedoras. Os desafios são:

- Prémio “Vodafone Mãe e Filha” (duas participantes)

- Prémio “Mimosa Correr em Família” (duas participantes)

- Prémio “3 Amigas CME” (três participantes)

- Prémio “Seaside Mulheres Unidas” (duas participantes)

As atletas que participem em equipas (de duas ou de três) têm classificações oficiais.

As classificações serão apuradas mediante a soma dos tempos das participantes que integram uma mesma equipa.

No setor masculino haverá classificação geral e troféus para os três primeiros classificados.

 

© 2024 Central Noticias. Todos os direitos reservados. XHTML / CSS Valid.