Terça-feira 27 de Outubro de 2020

Selecção de Sub-21 venceram Gibraltar e continuam na luta para o europeu

A Selecção Nacional sub-21 venceu, esta terça-feira, em Gibraltar, a congénere local por 3-0, em partida a contar para a fase de qualificação para o Campeonato da Europa Eslovénia/Hungria 2021. 

DR / FPF

DR / FPF

Uma boa forma de resumir o que se passou nos primeiros 45 minutos é recorrendo à estatística: Portugal teve 66% de posse de bola, 12 remates e diversas oportunidades de golo. Estes factos significam que a Equipa das Quinas passou a maior parte do tempo no meio-campo adversário e tentou de todas as formas desmontar a organização defensiva de um oponente que tinha a preocupação clara de colocar muitos jogadores atrás da linha da bola.

A Equipa das Quinas procurava executar diversas soluções para chegar com perigo ao último reduto de Gibraltar e Jota (16’) inaugurou mesmo o marcador, de pé esquerdo, após excelente passe em profundidade de Daniel Bragança. Foi o 4.º golo do atacante pela Selecção Nacional sub-21 e o 25.º se contabilizadas todas as finalizações nos diversos escalões em que representou o país.

Apesar do desgaste sem bola e do perigo contante a rondar a baliza de Bradley Banda, o voluntarismo dos jogadores de Gibraltar fê-los resistir e manter a desvantagem apenas pela margem mínima até ao intervalo.

Na segunda parte, a toada da partida não se alterou: Portugal controlou e dominou os acontecimentos, conseguindo materializar essa superioridade através de dois primeiros golos de Pedro Gonçalves  (50’ e 80’) ao serviço da Selecção Nacional sub-21.

Desta forma, Portugal soma a sua 6.ª vitória no apuramento para o Europeu sub-21.

Para Rui Jorge, seleccionador nacional, “foi uma partida onde acho que não demonstrámos a superioridade que temos sobre a equipa adversária. Obviamente fomos superiores e tivemos mais oportunidades de golo, mas é um jogo do qual não saio totalmente satisfeito. Deveria ter ficado expresso frente a esta selecção que sabemos jogar melhor”.

Acrescentou ainda Rui Jorge que “foi muito importante vencer os dois jogos, obviamente. Neste jogo os números poderiam ter sido muito mais dilatados, atendendo ao número de oportunidades. Contra a Noruega estivemos muito bem e falhámos muito poucos passes. Neste jogo falhámos muito mais. Temos mais três jogos pela frente e vamos tentar vencê-los e mostrar a qualidade dos nossos jogadores.”

© 2020 Central Noticias. Todos os direitos reservados. XHTML / CSS Valid.