Segunda-feira 30 de Novembro de 2020

Benfica “arrepiou-se” em Poznam mas venceu o Lech para a Liga Europa

Com um marcador de nome Darwin sempre em fuga, bastou-lhe fugir três vezes para marcar três golos e garantir o triunfo do Benfica na deslocação a Poznan (Polónia) frente a um aguerrido Lech, ainda que se estofo para o Benfica, ainda assim, sem muito entrosamento.

Mais do que a exibição, importava o triunfo e por muitos golos (para eventuais desempates no final do grupo), o que se verificou.

DR /  Liga Europa

DR / Liga Europa

O Benfica começou por abrir o marcador a seu favor (9’), com um golo obtido por Pizzi, de grande penalidade, depois do defesa Dejewski ter desviado a bola com a mão um remate de Walschmidt.

Poucos minutos depois, o Lech chegou ao empate (15’), com um golo obtido por Ishak, depois de Cserwinski ter progredido com a bola, centrado para o avançado e este cabecear para o empate, com a defesa benfiquista algo apática.

Com o jogo algo vivo, pela vivacidade imprimida pelos donos da casa, o tempo foi passando sem golos, que só apareceu (42’) quando Darwin deu o melhor caminho de uma bola centrada quase da linha final para o meio da pequena área, onde o avançado benfiquista cabeceou à vontade para fazer o 2-1, resultado que se manteve até ao final do primeiro tempo.

No segundo período, o Benfica começou por ter uma oportunidade para marcar mas o remate de Waldschmidt foi desviado pelas pernas do guardião polaco, seguindo-se o canto de que nada resultou.

Dois minutos depois (48’) surgiu o golo para os polacos, quando Ishak surgiu isolado frente a Vlachodymos e enviou a bola para o fundo da baliza encarnada, fazendo o segundo.

Darwin continuava irrequieto e cheio de vontade de marcar mais, tendo conseguido (60’) chegar ao 3-2, depois de receber a bola, desviar-se de um adversário e rematar para golo.

O Lech teve oportunidade de chegar ao empate (77’) quando Kacharava rematou cruzado mas a bola passou ao lado da baliza, com o mesmo jogador, no minuto seguinte, a obrigar Vlachodymos a defender a soco e safar o golo.

Pedrinho (81’) podia ter feito golo mas o guardião polaco impediu que isso acontecesse depois de fazer um voo largo para desviar a bola para canto.

Depois de concluídos os 90 minutos, o árbitro acrescentou mais quatro para dar o jogo por findo, tendo aproveitado Darwin para fazer o terceiro golo da noite (90+3’), a cabecear a bola para dentro da baliza no seguimento de um centro de Rafa para o segundo poste.

DR /  Liga Europa

DR / Liga Europa

Primeiro jogo, primeiros três pontos, seguindo-se (29 de Outubro, na Luz) o segundo jogo desde grupo D, frente ao Standard de Liège.

No outro encontro deste grupo, o Rangers foi vencer (2-0) a casa do Standard de Liège,com golos obtidos por Tavernir (19’), de grande penalidade, e Roof (90+2’).

Pela noite, o Sporting de Braga (grupo G) recebeu o AEK e venceu por 3-0, numa partida em que dominou, em especial, nos remates e para a baliza, no que deu um triplo alcançados por Galeno (44’), Paulinho (78’) e Ricardo Horta (88’).

No outro jogo deste grupo, o Leicester City recebeu e derrotou (3-0), o Zorya, com golos apontados por Maddisson (29’), Barnes (45’) e Iheanacho (67’).

Na próxima ronda (também no dia 29 deste mês), o Braga desloca-se ao campo do Zorya e o AEK joga em casa frente ao Leicester City.

© 2020 Central Noticias. Todos os direitos reservados. XHTML / CSS Valid.