Quarta-feira 23 de Janeiro de 9602

Benfica “passeou” e F. C. Porto ”sofreu” mas seguem em frente na Taça de Portugal Placard

Com o Estoril a tornar-se o primeiro “tomba-gigantes” nos oitavos-de-final da Taça Portugal Placard, ao afastar o Rio Ave, o Benfica passeou na Amadora e o F. C. do Porto teve a “estrelinha” a brilhar para também seguir em frente.

FPF

FPF

No primeiro jogo desta terça-feira, o Estoril (II Liga) conseguiu – em casa do Rio Ave – afastar os homens de Vila do Conde da fase seguinte da Taça de Portugal, alcançando uma vitória tangencial (2-1) que foi suficiente para o objectivo do vencedor, que chegou ao 2-0 na primeira meia hora do jogo.

Yakubu (14’) abriu o activo e Vidigal (31’) fez o segundo ante o “espanto” do Rio Ave, que marcou o ponto de honra (65’) por Gelson Dala, insuficiente para o triunfo que precisava.

Depois, foi o Santa Clara a criar outra surpresa, ao derrotar (2-1), em Moreira de Cónegos, o Moreirense, levando os açorianos a chegar aos quartos-de-final.

Os de fora marcaram primeiro (36’) por Ukra, tendo o Moreirense empatado (51’) por Walterson, com Shahriar a alcançar (87’) o golo do triunfo.

Na Madeira, houve um “bate-papo” até onde foi possível, porquanto o F. C. do Porto adiantou-se (22’) no marcador com um golo obtido por Luis Diaz, para Riascos (25’) refazer a igualdade, resultado com que se chegou ao intervalo.

No segundo tempo, Rochez (62’) colocou o Nacional em vantagem, se bem que, três minutos depois, teve a “desvantagem” de ficar reduzido a dez unidades por expulsão (duplo amarelo) de Rui Coelho.

Em inferioridade numérica e com o F. C. do Porto a “crescer”, os portistas conseguiram chegar ao empate (89’) com um golo obtido por Evanilson, resultado que se manteve até ao final do jogo.

No prolongamento regulamentar, Sérgio Oliveira (102’) colocou os portistas no comando do resultado, tendo Taremi (115’) fixado o resultado final em 4-2 e, com isso, o apuramento para a fase seguinte.

Para encerrar a sessão desta terça-feira, o Benfica deslocou-se à Amadora, onde venceu, sem direito a quaisquer reservas, o Estrela da Amadora, sem “caparro” para um Benfica algo “atormentado”, que utilizou a chapa quatro para afastar os amadorenses da Taça de Portugal.

Chiquinho (42 e 62’), Seferovic (51’) e Waldschmidt (66’) marcaram os golos do Benfica.

Depois destes resultados a única parelha para os quartos-de-final conhecida é o Marítimo-Estoril, enquanto as outras serão conhecidas entre estas quarta e quinta-feira.

Na quarta, o Sporting de Braga defronta (15h30) o Torreense (Campeonato Portugal), cujo vencedor defrontará o Santa Clara, enquanto, na quinta, o Fafe (C. Portugal) joga em casa com Belenenses SAD (14h) – o vencedor defrontará o Benfica – e o Gil Vicente defronta (20h30) o Académico de Viseu (2ª Liga), tendo o vencedor o destino de medir forças com o F. C. do Porto, em jogos a realizar no dia 28 deste mês de Janeiro.

© 9602 Central Noticias. Todos os direitos reservados. XHTML / CSS Valid.