Sexta-feira 14 de Maio de 2021

João Sousa na segunda ronda do qualifying em Belgrado

Arquivo

Arquivo

João Sousa avançou para a derradeira eliminatória do qualifying de singulares do ATP 250 Belgrado, na Sérvia.

Quarto cabeça de série, João Sousa fechou o embate da primeira ronda, frente ao norte-americano Bradon Nakashima, com os parciais de 6-4 e 6-2.

O confronto entre João Sousa (106.º mundial) e Nakashima (142.º) prolongou-se por uma hora e 19 minutos.

Na segunda-feira, o número um português da actualidade enfrenta o francês Arthur Rinderknech, 129.º no mundo, que, na primeira ronda, afastou o quinto cabeça de série no qualifying da prova sérvia.

Entretanto, o presidente da Federação Portuguesa de Ténis, Vasco Costa, considerou que o W60 Oeiras Ladies Open, concluído neste domingo com o triunfo da polaca Polona Hercog, “foi uma experiência que é para continuar no próximo ano”.

Vasco Costa fez um balanço bastante positivo da primeira prova da categoria W60 do ITF Women’s World Tennis Tour realizada em Portugal e afirmou que “a ideia da Federação Portuguesa de Ténis é manter este torneio deste nível ou mesmo superior».

O presidente federativo afirmou ainda que o torneio no Jamor “houve muitas jogadoras a dizer que este foi o melhor torneio que jogaram até hoje”, acrescentando que “o torneio teve muitas jogadoras portuguesas a jogar, o que é sempre importante”.

Por outro lado, o qualifying em singulares do Oeiras Ladies Open 25, no CETO, ficou sem tenistas portuguesas, depois de cumprida a primeira eliminatória.

Carolina Caetano Reis não seguiu em frente, após um duplo 6-0 infligido pela andorrenha Victoria Jimenez Kasintseva, 15.ª cabeça de série.

Igual resultado registou-se no encontro entre Débora Madile e a lituana Iveta Dapkute, 16.ª pré-designada.

Sofia Pinto cessou a participação frente à espanhola Olga Saez Larra, quinta favorita, vencedora com 6-0 e 6-1, e Alexandra Silva foi afastada pela ucraniana Ganna Poznikhirenko, oitava cabeça de série, por 6-1 e 6-2.

Frente à holandesa Suzan Lamens, terceira favorita, Maria André não evitou 6-2 e 6-0 desfavoráveis.

Beatriz Casaca, que teve pela frente a espanhola Maria Gutierrez Carrasco, nona cabeça de série,  permitiu um duplo 6-0.

© 2021 Central Noticias. Todos os direitos reservados. XHTML / CSS Valid.