Sexta-feira 14 de Maio de 2021

Denis Shapovalov e Richard Rasquet ficaram pelo caminho no Millenniun Estoril Open

Estoril Open

Estoril Open

Se a saída de cena de Denis Shapovalov e de Richard Gasquet causaram alguma surpresa, a verdade é que a terceira tentativa para avançar está a ser de vez para Albert Ramos-Vinolas, que depois de somar a primeira vitória em três participações no Millennium Estoril Open voltou a vencer para ocupar o último lugar nos quartos-de-final do quadro principal de singulares.

Número 46 do ATP, o tenista (33 anos), oriundo de Barcelona, derrotou Pierre-Hugues Herbert  (actual 86.º) em duas partidas, por 6-2 e 7-6(3), no último encontro da jornada no Estádio Millennium.

Derrotado na primeira ronda em 2015 e 2018, Ramos-Vinolas terá como próximo adversário outro francês: Corentin Moutet, responsável pela surpresa da jornada, ao eliminar o primeiro cabeça de série, Denis Shapovalov, em três sets.

No alinhamento dos quartos-de-final, Corentin Moutet (França) defronta Albert Ramos-Vinolas (Espanha), Ugo Humbert (França) joga com Alejandro Davidovich-Fokina (Espanha), Marin Cilic (Croácia) tem Kevin Anderson (África do Sul) pela frente, enquanto Cameron Norrie (G. Bretanha) vai “bater bolas” com Cristian Garin (Chile).

No que se refere aos jogos desta quinta-feira, Corentin Moutet levou a melhor sobre Denis Shapovalov (14º ATP) para travar o primeiro cabeça de série e reservar um lugar nos quartos de final do quadro principal de singulares.

Mais rodado depois de uma “maratona” de 3h03 na primeira ronda, o tenista francês de 22 anos voltou a ser feliz após três sets marcados por várias oscilações no marcador, ao derrotar o canadiano (que tem a mesma idade) com os parciais de 6-4, 2-6 e 6-4.

“Conheço-o há 11 anos, mas nunca o tinha defrontado, nem em treinos, pelo que não sabia o que esperar. Tinha de estar a um bom nível para conseguir vencer e o principal era colocar a resposta”, explicou Moutet, em conferência de imprensa, após somar a melhor vitória da carreira em termos de ranking.

Com duas vitórias e mais de cinco horas passadas na terra batida do Clube de Ténis do Estoril só em encontros oficiais, Corentin Moutet chegou pela segunda vez, este ano, aos quartos-de-final de singulares de um torneio ATP.

Estoril Open

Estoril Open

Denis Shapovalov estreou-se em solo português no Millennium Estoril Open, mas não conseguiu agarrar-se ao estatuto de primeiro cabeça de série e foi afastado no encontro de estreia por Corentin Moutet. Depois, em conferência de imprensa, o cabeça de cartaz falou das dificuldades que tem sentido nos últimos meses.

“Tenho de falar com a minha equipa. O meu jogo está lá, mas quando entro nos encontros não aparece. É um problema mais mental do que outra coisa, porque tenho treinado muito bem, a um nível muito alto, mas não consigo trazer esse nível para os encontros”, explicou o ex-campeão do torneio júnior de Wimbledon.

Determinado em dar a volta à fase menos positiva, Denis Shapovalov não tem dúvidas em relação ao estilo de jogo que quer apresentar: ”Quero jogar de forma agressiva, jogar o meu jogo. Sinto que quando o faço posso vencer qualquer um, é apenas uma questão das coisas fazerem o ‘click’.”

Depois de passar com sucesso pela primeira ronda, Richard Gasquet lesionou-se no adutor esquerdo e foi forçado a desistir do duelo-espectáculo com Cristian Garin (segundo cabeça de série).

O duelo desta quinta-feira seria o primeiro da história entre o francês (campeão da primeira edição do Millennium Estoril Open, em 2015) e o chileno, que em 2021 se estreia no maior torneio de ténis organizado em Portugal e logo como segundo cabeça de série, fruto do 22.º lugar no ATP.

Desta forma, Cristian Garin segue directamente para os quartos de final sem entrar em acção (teve um bye na primeira ronda).

© 2021 Central Noticias. Todos os direitos reservados. XHTML / CSS Valid.